Ensino

facebooktwitter_2youtube

Home Notícias Consciência Negra
Consciência Negra

Ações em comemoração à Consciência Negra aprofundam debates sobre a questão racial

IMG_0882Com o objetivo resgatar a cultura negra e aprofundar um debate sobre a questão racial, as professoras Lerice Garzoni, Mireili Santos e Joyce Gotlib prepararam uma programação especial no mês de novembro, com várias ações em comemoração à Consciência Negra. O evento lembrou o Dia da Consciência Negra, celebrado em todo dia 20 de novembro em todo o país. As palestras e debates foram espaços a fim de promover questionamentos, instigar novos olhares, ter contato com outros pontos de vista e vivências, entender o significado do 20 de novembro e sua importância.

No dia 20 de novembro aconteceu a roda de capoeira, liderada pelo Luis, Mestre Kong, e ligada ao projeto "IF na roda" buscou destacar a importância da cultura afro-brasileira, mostrando como ela foi perseguida e criminalizada ao longo da nossa história.IMG_0890

A palestra “Um novo olhar sobre a questão racial no Brasil”, proferida por Cacau Ribeiro, estudante e militante do Coletivo Quilombo, no dia 21 de novembro, discorreu sobre a situação do negro na História do Brasil e apresentou alguns dados estatísticos que evidenciam vivermos em uma sociedade racista. Abordou o processo de apagamento cultural que os negros viveram, e a importância de reverter este quadro ao engajar na luta para resgatar e preservar a história e a cultura negra, além de ressaltar o empoderamento estético.

Cleiton Corrêa Tereza, professor e coordenador do Centro Municipal de Referência do Professor e militante no Coletivo Educação, desenvolveu o pensamento do sociólogo Jessé Souza na palestra “A Escravidão como traço constituinte do Brasil”, ocorrida no dia 28 de novembro. Cleiton abordou algumas questões polêmicas e que estão na mídia aparecendo ser as soluções para o problema de corrupção no país. Também lembrou estudiosos brasileiros que contribuíram para a acomodação da sociedade, sem que fosse então possível refletir sobre os reais problemas. Ele mostrou o capitalismo como o grande escravocrata, que nega a dignidade e provoca a não condição de cidadão para milhões de pessoas – desigualdade social e racial.

Não é fácil falar sobre racismo no Brasil. A democracia racial, tema amplamente debatido na universidade como um mito, é muito presente em todas as nossas relações cotidianas. “Além de debater esse tema em aulas, em diferentes disciplinas, nós buscamos trazer esses temas para a Semana da Consciência Negra, a fim de que alunos, servidores e a comunidade em geral pudessem ter elementos para desenvolver suas próprias reflexões”, ressaltou Lerice.

 

Fotos e texto: Heliese Pereira
Ascom/IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
22/12/2017, às 16:59