Ensino

facebooktwitter_2youtube

Home Notícias Startups
Startups

 Consultor esclarece os principais pontos para o impulsionamento de uma startup

IMG_0847A palestra “Admirável mundo ‘novo’ das startups”, ocorrida no dia 20 de novembro, no IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas, apresentou as perspectivas para empreender num futuro muito próximo, e como transformar a realidade no trabalho e na vida. Pedro Freire, diretor de programas educacionais do Grupo Solve, conduziu o bate papo e solucionou as principais dúvidas dos participantes a respeito da temática. O coordenador de pesquisa do Campus, professor Rafael Neves, organizou o evento.

Muito tem se ouvido falar em empresas startups. Mas o que realmente significa este termo? Segundo Pedro, “startups são empresas que têm um modelo de negócio muito simples, muito fácil de ser replicado pela própria empresa, e sempre tem como negócio algo nada convencional.” A startup inicia com uma ideia cuja intenção é criar solução para resolver o problema de outro. Portanto, conhecer o público que será atendido a fim de modelar o seu negócio é fundamental, além de levantar o que precisa para o negócio girar, os custos e rendimentos. As parcerias e profissionais que atuarão no negócio requerem uma atenção especial. Pedro enfatizou a relevância da pesquisa de mercado e do compartilhamento da ideia com outras pessoas que possam ajudar com feedbacks.IMG_0840

Com a advento da internet, não precisa de um espaço maior que uma mesa de trabalho com o seu computador para montar uma startup, todavia, quando possui uma equipe formada o recomendável é que se contrate uma aceleradora, como a empresa Solve Consultoria. Pedro explicou o papel de uma aceleradora em todo o processo de impulsionamento de uma startup: “na aceleradora fazemos um processo de pré-aceleração, ou seja, pega uma ideia ou um protótipo inicial e vai desenvolvendo a ideia até virar um modelo de negócios.” Os empreendedores contam com toda a estrutura física e de recursos humanos, além de terem a “ajuda de mentores que são pessoas que já tem uma experiência de mercado, e poderão compartilhar suas experiências entre a equipe. Os empreendedores têm acesso a um poderoso networking, criam uma rede de contatos, sendo o que as empresas têm de mais valioso”, comentou Pedro.

IMG_0848O processo de aceleração dura de 3 a 4 meses, a um custo zero para os empreendimentos que estão sendo acelerados. O investimento retorna quando a aceleradora se torna sócia desta empresa, e fica com uma fatia de 10% a 15% dos lucros.

“Um dos desafios é fazer com que os clientes coloquem suas ideias em prática e lidem de forma inteligente com o tempo, o sucesso para quem está em uma aceleradora não é certo, tem que trabalhar muito”, afirmou Pedro.

O que fazer para ser acelerado pela Solve? Acompanhe a divulgação do edital com o formulário de inscrição pelo site da Solve Consultoria (gruposolve.com.br). O empreendedor deverá responder uma série de perguntas sobre o negócio a ser empreendido, e descrever a ideia num formato de negócio mais simplificado. Uma comissão avaliadora analisará a proposta. 

Texto e fotos: Heliese Pereira
Ascom/IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
19/12/2017, às 12:39